A Ford foi a primeira a anunciar seu feirão, marcado para sábado e domingo em todas as concessionárias e também em um grande shopping center da cidade de São Paulo, e evocar a "última chance" para o consumidor adquirir modelos das linhas Ka e Fiesta com preços diferenciados. A Volkswagen também promete vender, nos mesmos dias, todos os modelos de sua linha 2010 (recém-lançada, mas com poucas alterações em relação aos modelos 2009) com planos especiais de financimento, taxas fixas e até IPVA pago. A GM fará seu tradicional "feirão de fábrica" e também o "1º feirão para taxistas", com promessas de economia de até R$ 7.000 através de benefícios como "juros zero", prazos de até 60 meses e IPVA grátis dependendo do modelo. Já a Fiat promete ofertas em lojas da grande São Paulo, Campinas, Curitiba e Porto Alegre com 72 meses de financimento, e "zero de entrada, taxa, IPVA e IPI".

Acima, exemplo de anúncio da Fiat prometendo "tudo zero" em feirão

Até as francesas Renault e Citroën, que não falam em "feirão", citam os termos "últimos dias de IPI reduzido" e "descontos especiais" para atrair o consumidor a uma de suas lojas.

Se estamos, de verdade, nos últimos dias de IPI com alíquotas reduzidas o governo ainda não confirmou. Especula-se que a ajudinha poderá ser mantida após o dia 30, ainda que com descontos menores. De toda forma, fique atento: pesquise bem, compare preços e leia as linhas miúdas de cada anúncio antes de fechar negócio (o "IPVA zero" da Fiat, por exemplo, só é válido para o Mille Fire Economy 2 portas 2009/2010). Se encontrou uma oferta atrativa, anote, ligue para a loja e tente confirmar valores, prazos e benefícios antes de seguir para o local. Não esqueça também de verificar o custo efetivo total de cada oferta, que representa o quanto você pagará de verdade ao final do negócio. E veja ainda se a concessionária ou fábrica conta com o carro para pronta entrega ou se você terá de esperar para receber. E se a publicidade estiver em revista ou jornal, leve o exemplar junto e cobre o que estiver no papel.

Por fim, valem duas dicas pertinentes em qualquer período: jamais faça dívidas além de suas possibilidades de pagamento e não compre por impulso -- com ou sem IPI reduzido, dentro ou fora de feirões esteja certo de que novas oportunidades surgirão. Quer comentar? Use o link abaixo.